OS BRASILEIROS NA ASOBAL: RODADA 7

A grande notícia para nós brasileiros nesta sétima rodada da Asobal foi a volta às quadras de Guilherme Valadão Gama, depois de se recuperar de cirurgia no ombro. Estes foram os resultados dos brasileiros em seus times:

Cangas 26 x 21 Huesca – Depois da grande partida que havia feito contra o Granollers, o Cangas ratificou sua recuperação no campeonato vencendo o Huesca de Diógenes Cruz Júnior, que fez 4/6 no jogo. Destaque para outra grande atuação do goleiro Yeray Lamariano (37,5%), que com isso lidera a lista dos goleiros com maior número de defesas na Asobal.

Aragón 32 x 29 Guadalajara – Esse resultado mostra o quanto é difícil jogar fora de casa na Asobal. O Aragón do interminável Demétrio Lozano ganhou seus primeiros pontos no campeonato diante do Guadalajara, que vinha de uma grande vitória em casa na sexta rodada. Pelo Guadalajara, os brasileiros tiveram bons números: Fábio Chiuffa fez 4/6 e Ales Silva fez 5/6.

Barcelona 34 x 21 Ciudad Encantada – Depois da grande performance do Ciudad Encantada contra o Logroño na sexta rodada, o time de Cuenca não teve chances de aproveitar o embalo, pois enfrentou o Barcelona fora de casa. O goleiro Leonardo Vial fez um bom 30%, mas com um detalhe: teve 58,3%(7/12) nos 6m contra a poderosa segunda linha do Barcelona. O jovem lateral Thiago Ponciano fez 2/8. Agora o negócio é o Cuenca manter as “buenas sensaciones” e na próxima rodada, em casa, tratar de afundar de vez o Anaitasuna, que se recusa a sair do buraco (perdeu em casa na sétima rodada para o recém ascendido GoFit).

Villa de Aranda 28 x 28 Puerto Sagunto – Este resultado deixa a gente feliz: choque de brasileiros e ninguém saiu perdendo, hehe! O Villa de Aranda, sem contar com Oswaldo Maestro, suspenso por um jogo devido a cartão vermelho recebido na sexta rodada,  liderou o jogo quase inteiro e cedeu o empate nos 4 minutos finais. O Puerto Sagunto de Alexandro Pozzer (que fez 4/5) conquistou assim um pontinho valioso numa quadra difícil e se mantém em uma posição confortável na tabela. Pelo Villa de Aranda, que agora tem o Cangas “fungando no cangote” na disputa pela quinta posição, Matheus Perrela não marcou gols e Rangel da Rosa fez 22,2% (6/27).

Ademar Leon 25 x 21 Benidorm – Mais uma vitória do Ademar Leon, que lhe deu a quarta posição na tabela. Outra grande atuação de Leo Santos, que está aproveitando muito bem as chances de começar como titular. Leo fez 5/6, e se me lembro bem terminou o primeiro tempo com 5/5! E não foram só gols, foram 3 passes para gols de José Mario Carrillo na ponta, pelo menos uma assistência ao pivô Diego Piñeiro e o seu habitual grande trabalho na defesa. No segundo tempo o time rodou um pouco e o jogo ficou mais concentrado no lado direito do ataque ademarista (isso aconteceu porque…bom, deixa pra lá, cala-te boca!). Acácio também fez um bom primeiro tempo (2/4) e não jogou no segundo. De qualquer forma, o técnico Rafa Guijosa parece cada vez mais confiar nos dois moleques brasileiros.

Granollers 35 x 25 Teucro – Depois da derrota e perda da invencibilidade na sexta rodada, o Granollers se recuperou vencendo com autoridade o recém ascendido Teucro. Entre os brasileiros, destaque para José Toledo, especialmente no primeiro tempo. Toledo dosou à perfeição o equilíbrio entre o jogo com os pivôs (aproveitando a boa fase de Adriá Figueiras e Rafa Baen…quer dizer, Gonzalo Porras) e os chutes de longe e, se não me trai a memória, saiu do primeiro tempo com seis gols para fechar um 7/8 no jogo inteiro.

Infelizmente não vi o segundo tempo desse jogo, e foi aí que entrou Guilherme Valadão Gama para marcar sua recuperação completa e fazer 2/2. Grande notícia para o Granollers e para a seleção brasileira! César “Bombóm” Almeida fez 30% e Teixeira não marcou gols. Teixeira jogou vários minutos no primeiro tempo, quase todos na lateral esquerda e alguns na direita. Ele joga bem nessas posições, é claro, mas acho que como central talvez seja onde ele rende mais. Por exemplo, os minutos que ele jogou contra a Polônia naquele torneio do primeiro semestre foram brilhantes. Sei lá, só espero que a sua polivalência (muito valiosa, com certeza) não acabe limitando suas chances de ser um top na posição de central, coisa que acredito que ele tem potencial para ser.

A oitava rodada da Asobal começará no dia 20/10 com o Puerto Sagunto de “Tchê” Pozzer recebendo em casa o Naturhouse La Rioja.