LIGA NACIONAL MASCULINA 2014

E a Liga Nacional Masculina 2014 vai começar nesta quinta-feira (28/08) com o jogo entre São José Handebol (SP) x ASH/Praxis/AS (RS). Serão onze equipes participantes, que estarão divididas em dois grupos:

Grupo A

São José Handebol (SP)

Metodista/São Bernardo (SP)

ASYH/Praxis/AS (RS)

ADJF/Juiz de Fora (MG),

Unimed/UEM/Maringá (PR)

ACEU/Univali/FME/Bal. Camboriú (SC)

Grupo B

TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté (SP)

EC Pinheiros (SP)

Vila Olímpica Manuel Tubino/FAB (RJ)

ADJF/Colatina (ES)

ADI FMEL Itajaí (SC)

 

A forma de disputa é a seguinte: na primeira fase, eles jogarão entre si em turno e returno. Os quatro primeiros colocados de cada chave passam para as quartas de final, cujos vencedores passam par a semi, que será disputada em dois jogos. A final será decidida em uma única partida.

O atual campeão, Taubaté, é o maior favorito para vencer a Liga. Já era uma equipe muito forte em 2013, e em 2014 se reforçou com cinco dos principais jogadores da equipe vice-campeã da Liga 2013, a Metodista: Diogo Hubner, Gustavo Cardoso, Thiago “Duplex”, Henrique Teixeira e Ricardo Nascimento (o ponta Wesley Freitas também foi da Metodista ao Taubaté em 2014, mas agora no meio do ano foi contratado pelo clube português do Porto). O Taubaté perdeu o central Thiago dos Santos e o goleiro Michel Oquendo para o São José, mas mesmo assim continua com um time fortíssimo em todas as posições.

Em seguida vem a equipe do EC Pinheiros. O Pinheiros perdeu muitos jogadores para a Europa em 2013 e com isso alguns juniores assumiram responsabilidades no time adulto, e o que aconteceu é que estes juniores cresceram muito (Leonardo Santos, Haniel Langaro e Felipe Santaela). Some-se a isso alguns reforços pontuais, como Vinicius Teixeira, que veio da Metodista, e Diógenes Cruz, que voltou da Espanha, e o resultado é que o Pinheiros entra bem forte na disputa. Na “final” do Pan de clubes de 2014, por exemplo, empatou com Taubaté, que levou o título pelo saldo de gols.

Lutando para completar a semi-final devem ficar a Metodista, São José, FAB e Maringá, a menos de alguma surpresa.

A princípio, serão transmitidas apenas as semi-finais e finais pelo SPORTV.

Apesar dos favoritismos apontados, deve ser uma Liga bem equilibrada e com bons jogos. Uma pena não haver transmissão desde o começo do campeonato. Mas, vamos esperar que este seja o primeiro passo em direção à organização de uma Liga cada vez mais forte e atrativa, que faça jus ao potencial e qualidade dos nossos jogadores.